sábado, 13 de março de 2010

Só posso te dizer uma coisa.


Só posso dizer uma coisa. Vejo o mundo diferente quando te percebo. Perco as razões tão brutalmente que é preciso horas para recompor os pensamentos. Talvez vagar pela vida sem tua pele seja um fardo insuportável para um ser tão atormentado pelo desejo de amar. Talvez faltem verdades que me levariam até você. Ou nesse sonho inóspito onde estou sentado numa praça, e a chuva torrencialmente se derrama, haja um impasse cruel entre meu desejo e o teu, de coexistirem, e começamos a achar a frieza do mundo acolhedora. Neste momento, insisto num olhar incômodo. Nem percebes, ou te salvas na dúvida, simulando interesse em alguma coisa ao teu redor?
Não sei! Deve ser mesmo difícil ser tão desejada assim.

Leometáfora

2 comentários:

luciene da motta ferreira disse...

ontem eu conversei com a sua amiga numa sala de bate papo, ai ela me falou sobre o seu blog de poemas. eu disse que ia acessa-lo hoje, mas não esperava de ser tão lindo parabéns. eu também tenho um blog, mas o é de coisas intimas e reclamações, mas se vc quiser me dar uma força também o endereço é esse www.blogluluzinha.com.br ou luciene4267. eu vou falar sobre seu blog no meu. abraços luciene.

***mary disse...

Minha flor é lindo é rico de beleza incomenssuravel, como tu podes espressar tamanha beleza?
AMEIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII........